Translate:

Pesquisar este blog

Receba as atualizações do blog em seu e-mail:

• Arguivo do blog

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

FEMININO DE TIGRE?

As pessoas costumam informar que o feminino de tigre é tigresa. Há até dicionários que registram isso. Mas não é!
Em nossa língua existem partículas que chamamos de sufixos. Alguns deles servem para indicar as flexões de um substantivo. Também há sufixos que servem para a formação de um substantivo abstrato, derivado de adjetivo. Daí a confusão que muita gente faz com o uso dos... sufixos -ez ou -ês; -eza ou -esa.
1. Use -ez para formar substantivos abstratos, derivados de adjetivos. Ex.: estúpido > estupidez; nítido > nitidez; surdo > surdez etc.
2. Use -ês para formar adjetivos que denotam origem ou título nobre masculino. Ex.: Portugal > português; Holanda > holandês; Calábria > calabrês; China > chinês; marquês, etc.

3) Use -eza para formar substantivos abstratos, derivados de adjetivos. Ex.: duro > dureza; claro > clareza; certo > certeza; mole > moleza etc.
4) Use -esa para formar adjetivos que denotam origem ou título nobre feminino. Ex.:
Portugal > portuguesa; Holanda > holandesa; Calábria > calabresa; China > chinesa; maquesa, duquesa, princesa etc.
Obs.: Existe a variante -isa: poetisa, sacerdotisa. pitonisa etc.
Como se vê, o feminino de tigre não pode usar o sufixo -esa (não se trata de origem ou título; não é adjetivo). Assim, tem-se que o substantivo tigre é um epiceno (feminino acrescenta o designativo macho ou fêmea). Tigre fêmea é o feminino adequado.
Cuidado! use calabresa; nunca calabreza!

2 comentários:

  1. Além de crente, também professor de língua portuguesa, hein? Que bom! Não "Kibon"?

    ResponderExcluir
  2. "{...} Que bom! Não Kibon?" Sonoras gargalhadas... Ainda adolescente, o pastor que me batizou, fazia questão em seus sermões matinais de arranjar uma "brecha" para explicar alguma palavra conflitante.

    ResponderExcluir